Serviços privados no lugar de serviços estatais

Tudo que é privado é mais eficiente (oferece algo melhor por uma quantia igual ou menor de gasto, isto é, em relação ao custo/benefício). Retardados diriam: "Ah mas as faculdades federais são de graça e são melhores que as particulares" Reposta: De graça? cerca de 5 trilhões de reais são roubados da população brasileira por ano por meio dos impostos (segundo as fontes oficiais são 2 trilhões, mas pode ter certeza que se eles informam 2 é pelo menos o dobro disso e mais um pouco - pois o estado subcontabiliza o quanto rouba pois, claro, ele quer fazer parecer que te rouba menos do que na verdade rouba). Agora veja o custo da melhor faculdade federal do Brasil por aluno, e veja a classificação dessa mesma faculdade federal brasileira no ranking mundial e compare com uma faculdade privada top e veja o custo por aluno lá pra tu ver a abissal diferença de valores e também no ranking de posicionamento, como a faculdade privada top custa enormemente menos e fica muito na frente da federal brasileira.

E quem não puder pagar a educação privada o fica como?

Sempre haverá entidades sem fins lucrativos, principalmente quando as pessoas não tem seu dinheiro roubado e ficam com o seu próprio dinheiro, então: 1) fica mais difícil ter quem não possa pagar por educação 2) e se acontecer vai ter muito mais gente com dinheiro no bolso pra poder ajudar entidades sem fins lucrativos que visem promover a educação. 3) além do mais, quando o governo toma à força o dinheiro das pessoas e diz se responsabilizar por um setor, ele desresponsabiliza toda a sociedade por aquilo, quando isso acaba, a sociedade volta a se responsabilizar por aquilo (a diferença é que o o estado faz assim "94 reais pra mim, um pra o povo, noventa quatro pra mim, um pro povo e assim sucessivamente", já nós enquanto agentes individuais não roubamos a nós mesmos como eles fazem com o dinheiro dito "público" - de forma que, se com os políticos a cada bolo inteiro o bolo fica pra eles e eles jogam uma minúscula fatia para o povo, sem os políticos e o estado no meio pra nos roubar o bolo é todo do povo, e, portanto dá pra fazer muito mais com o nosso dinheiro quando não estamos sendo roubados pelo estado).

Em um mercado livre de intervenção estatal (isto é, sem estado) há um processo dinâmico e sintrópico de constante auto-ajuste onde a oferta e a demanda (lea-se oportunidades de empreendedorismo e, de outro lado, de compras ou aquisição de serviços) se ajustam dinamicamente através da livre concorrência (tanto de oferta quanto de demanda). E quanto maior for a concorrência na oferta de um produto ou serviço desde que haja oportunidade de negócio e não hajam intervenções estatais para servir de obstáculo a tais empreendimentos, mais aumenta a qualidade dos produtos e serviços ao mesmo tempo que diminuien-se os preços dos mesmos. E quem precisa mais do que boa qualidade e bons preços? O estado é que impede a livre concorrência via regulações e encarece os preços através de impostos, encargos trabalhistas, taxas, burocracias que faz o empreendedor perder seu precioso tempo etc e por isso tudo acaba ficando caro, além disso o estado diminui o poder de compra do nosso dinheiro através da inflação (quando ele imprime sem parar novas cédulas de dinheiro pra conseguir pagar suas contas, visto que ele gasta sempre muito mais do que rouba da população, e ao imprimir mais dinheiro ele então desvaloriza o dinheiro que cada um de nós já possui).



Página Inicial
>